Amuletos.

E ficam lá, ao balanço do vento, presas na memória. Para suprir as ausências da vida, para me manter acordada em meus dias.
- Amuletos! As réplicas perfeitas de quem sou por dentro, inteira e horizonte. Sem fazer sentido, confesso. Mas inegavelmente, autêntica.
- Amuletos! - eu repito.
Mais que xícaras; é a louça que preserva bem guardado - e como eu gosto - o elixir nero das minhas palavras.


Saudades do tempo em que eu tinha tempo para dar.

8 Comentários:

Caroline ; comentou:

sou super devota à amuletos tb ... adoro! :D

@anapribeiro_ comentou:

Gostei muito do texto Rebeca!
Não sou devota de amuletos, acredito que a força venha do imaginário que você cria em cima do amuleto, a fé de que aquilo vá te trazer sorte, mas acho legais eles, mesmo não tendo nenhum. :D
Beijos e seu lay tá muuuito lindo! *-*

http://ribeiroap.blogspot.com/

Bell Souza comentou:

Não é questão de ter/acreditar em objetos. O texto vai muito além disso.

Roberta Mendes comentou:

Com a mão nos quartos, a xícara oferece sua asa arrebitada, sua promessa anfíbia de vôo e mergulho.

Violeta comentou:

adorável <3
não sou muito de amuletos, mas confio que eles expressem a essência da pessoa.

Bell Souza comentou:

vocês são muito literais. A questão não é o objeto, não é a crença e sim, o café. uhduhaudauh

meus instantes e momentos comentou:

que bom ler voce.
parabens pelo blog.
maurizio

Maiara comentou:

Amuletos esses que penduramos no pescoço da alma. Exibimos, escondemos, inventamos, e reinventamos. Somos nós na primeira pessoa do singular, e somos o nós do plural quando venho aqui e deleito-me com essa leitura.

Rebeca, eu fico atônita com o seu lirismo subjetivo, e encantada ao mesmo tempo. As suas palavras acolhem assim como chacoalham a gente. É um despertar para um lugar novo, mas que de alguma forma inexplicável o caminho se mostra familiar.
Admiro de verdade essa sua escrita. E sempre que venho aqui levo um pouco dos teus amuletos comigo. Porque as palavras sempre carregam um pedaço de nós, e fazem isso muito bem.

Grande beijo.

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth